Seguidores

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Incômodos...




Uma grande dúvida assalta constantemente meus pensamentos, e daí surgem vários incômodos. Passam dias, passam horas, passam meses, e mais uma vez lá está ela de forma incomodativa e desgovernada. São tantas vias que nem sei para que lado ir, mas o fato é que preciso escolher. 
Escolher se vou para  o leste ou oeste, se vou para o norte ou para o sul.

Quando eu era criança fazer algumas escolhas parecia mais fácil, eu pegava uma flor e no meu mundinho particular, ficava brincando de "bem me quer e mal me quer", e acreditava piamente que aquilo era a forma mais correta de encontrar soluções "rápidas" para as minhas ansiedades, só que o tempo vai passando, e diga-se de passagem ele passa muito rápido, então mais uma vez cá estou eu, desta vez sem brincar de "bem me quer e mal me quer", tendo que escolher de forma adulta para que lado ir. 

Quando a gente é pequeno, a ansiedade é enorme para crescer rápido, parecer adulto, fazer coisas de "gente grande", tipo: trabalhar, sair sozinho, mandar no próprio nariz, dirigir, chegar tarde em casa, ir para a praia sozinho, beijar na boca, flertar, e blábláblá... mas quando a gente crescer começa a ver que esse mundo de "GENTE GRANDE" ás vezes é meio complicado demais. 

As pessoas correm o tempo todo, correm de tudo e de todos, ninguém tem tempo para ninguém, os "grandes" só pensam em trabalhar, em ser aquilo que nem querem ser para agradar sempre ao outro e se isolam no seu "mundinho particular", e é  uma pena porque acabam esquecendo de olhar a beleza que existe ao seu redor. Para isso não é preciso ir muito longe, é só olhar para si próprio e vê o que de fato você é e não o que se tornou com o passar do tempo, afinal, você cresceu.

Autor: Sheila Sampaio Neto


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...